34) Sonegador de impostos?

Imposto

— Resposta Rápida:

A entrevista foi há 17 anos. Bolsonaro fala que devemos sonegar tudo o que pudermos para sobrevivermos, e ele está correto. Imagine se você pagasse por todos os filmes/programas que baixasse ou produto comprado. Com a alta carga tributária atual, sonegar é pregar a sobrevivência.

Leia mais:  http://direitoeliberdade.jusbrasil.com.br/artigos/131118087/sonegar-imposto-e-errado-nem-sempre-no-brasil-e-legitima-defesa;

Se pelo menos fosse administrado corretamente… Mas veja, o Brasil é um dos piores em retorno de impostos: http://www.ibpt.com.br/noticia/2171/Pelo-5o-ano-seguido-Brasil-arrecada-muito-mas-nao-da-retorno.

— Resposta Completa:

Numa entrevista, realizada há 17 anos ao programa Câmera Aberta da Band RJ – apresentado por Jair Marchesini – Jair afirmou sobre sonegar tudo o que for possível, pois, do contrário, não sobreviveríamos. Meus amigos, esta é a maior prova de que ele é de direita e que tem uma visão mais libertária sobre economia, pois sabemos como as taxações são pesadas e como sufocam a economia. Sabemos que um governo grande com recursos mal administrados pode se inserir em maior corrupção. E sabemos, também, que os principais perdedores são os trabalhadores, pois ganham pouco e pagam muito.

Num pensamento simples, a tributação, para ser legítima, deve passar por dois questionamentos:

1) O Estado tem legitimidade de cobrá-los?
2) Quais são os critérios que o Estado deve fazer para efetivamente cobrá-los?

Então a primeira resposta já esta sanada, sem dúvidas o Estado pode cobrá-la! Pois ha um objetivo por trás daquele recurso.

Na segunda parte… O Estado tem legitimidade para elaborar leis, mas exigimos que as mesmas sejam compatíveis com o interesse público e satisfaçam alguns critérios. Se alguma for mal aplicada ou for estúpida, temos toda a razão de sonegá-la. Então, todo recurso deve ser gasto em prol da população, mas isso é uma realidade? Uma vez que isso não é seguido, haverá legitimidade ao recurso para sonegá-lo; conhecido como “sonegar moralmente”.

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) divulgou em Abril de 2013 que entre os 30 países com as maiores cargas tributárias, o Brasil é o que menos retorna a sociedade proporcional ao que arrecada.

Fonte : http://www.ibpt.com.br/noticia/2171/Pelo-5o-ano-seguido-Brasil-arrecada-muito-mas-nao-da-retorno;

Leia mais (passada pelo Jair num dos comentários do Facebook em que foi questionado): http://direitoeliberdade.jusbrasil.com.br/artigos/131118087/sonegar-imposto-e-errado-nem-sempre-no-brasil-e-legitima-defesa.

“Se você for pagar tudo o que o governo pede, você não sobrevive!” (Jair)

E você? Já deixou de baixar algum programa pirata, filme ou comprar algo “piratex” porque não pagou por eles?

Veja todo o vídeo e entenda (Bolsonaro falando sobre não pagar impostos):  https://www.youtube.com/watch?v=-utgvZN43I4.

Conclusão: Jair não é a favor da plena sonegação, porém, considera que em alguns casos há esta necessidade, pois com a atual carga tributária (que não era menor que antigamente), não vemos nem a metade dos nossos impostos serem administrados corretamente.

IMG_2786EA

*Eduardo Bolsonaro (filho de Jair) fez pós em Livre Mercado no Instituto Mises.

Liberais, libertários/Ancaps… Acreditem, ele sabe o que vocês sentem.

5 Comentários


  1. ·

  2. ·
  3. David
    ·

    Na verdade isso é meio óbvio. Não é como se ele fosse declarar do nada “eu sonego tudo”. Essa entrevista dele é de 1999. Vamos supor q ele realmente sonegasse os impostos todos, a midia seria a 1a a falar alguma coisa. A midia ñ perde a chance de falar mentiras dele, pq perderiam a chance de falar alguma verdade assim? Tanto é q eu nem vejo a midia falando nada disso. Os únicos q eu vejo falando são aqueles esquerdas q parece q ñ conhece vida fora do Facebook e acredita em qualquer coisa sem se informar de vdd.

    Responder
  4. guarafx
    ·

    Sonegar é crime, quanto mais gente sonega maior vai ser a carga tributaria, agora gostaria de saber a opinião dele sobre o regime militar que em apenas 6 anos, a dívida externa do Brasil simplesmente quadriplicou, passando de US$ 3,7 bilhões em 1968 para US$ 12,5 bilhões em 1973. Esta é a principal razão porque ainda hoje metade dos impostos são sugados para a divida publica. Quando 50% do arrecadado vai para a divida é impossível fazer milagre ou reduzir os impostos.

    Responder

    1. ·

      Sonegar é ERRADO! Mas no Brasil quem não sonega tem uma vida mais miserável do que ja é. Aqui é questão de sobrevivência mesmo. A única maneira de incentivar isto (leia novamente o texto) é baixar o imposto a níveis justos (5~15%), diminuir a burocracia, diminuir os gastos públicos (privatizando geral), etc. Ouse ja, incentivando (e não sufocando) o mercado. Estes são princípios direitistas. Não adianta baixar uma lei colocando como crime hediondo a sonegação de imposto… as pessoas simplesmente continuarão sonegando porque elas não acham justo pagar caríssimo por algo. Vide o exemplo do Netflix e como muitos deixaram de piratear séries e filmes.

      Sobre o regime militar ele elogia bastante os valores morais do período (entrevista ao New York Times: https://www.youtube.com/watch?v=a-5HGY0fvLo – aos 34:32), não a economia. Até porque em economia de direita não tinham NADA. Militares eram positivistas.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *