8 ) Caso Preta Gil (Racismo?)

Preta-Gil-faz-a-pergunta-ao-deputado-Jair-Bolsonaro

Engraçado… Este caso foi arquivado pelo STF: http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/stf-arquiva-inquerito-contra-bolsonaro-por-falas-sobre-preta-gil.html

Manipulado pelo CQC (Bolsonaro desmascara CQC – caso Preta Gil): https://www.youtube.com/watch?v=hg7V-3ItHt0

STF pediu a gravação original: https://www.youtube.com/watch?v=CsQH9EZiqoQ

Não muda em nada sua posição: https://www.youtube.com/watch?v=7K1z7-i1Iu8

CQC não costumava manipular: https://www.youtube.com/watch?v=7QTk-Sctiw0

5 Comentários


  1. ·

  2. ·
  3. Matheus
    ·

    Além disso, ele comentou o caso em 2011 pra revista Veja. Aqui estão alguns trechos:

    Qual foi o contexto da resposta do senhor que gerou toda essa controvérsia?
    Eu não vou dizer que a TV Bandeirantes editou. O erro, com toda a certeza, foi meu. Foi uma bateria de perguntas sobre cotas e homossexualismo. Todas as perguntas foram gravadas, eu sentei na frente de um laptop e respondia para o laptop. Quando entrou a Preta Gil, já preparei a resposta para nem ouvir o que ela estava dizendo e dar um “cacete” nela. O que eu entendi foi o seguinte: “Se o seu filho tivesse um relacionamento com um gay, como você se comportaria?”

    Então, como o senhor reagiria se tivesse um filho que namora uma negra?
    Aceito meu filho ter relacionamento com qualquer mulher, menos com uma com o comportamento da Preta Gil. Pelo que eu já vi em jornais aí, ela já foi tudo.

    (Entrevista completa: http://veja.abril.com.br/politica/bolsonaro-diz-que-confundiu-perguntas-em-programa-de-tv/amp/?client=ms-android-samsung)

    E ele repete o mesmo em sua entrevista no Agora é Tarde de Danilo Gentilli, a partir dos 12:50: https://youtu.be/RZ1g6GON1yg

    Responder
    1. Matheus
      ·

      Se forem adicionar ao post, sugiro que retirem tudo a partir do /amp no link da Veja. É o link mobile.

      Responder
      1. Matheus
        ·

        [Gostaria também que substituíssem o início por esse texto:]

        Engraçado… Este caso foi arquivado pelo STF: http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/05/stf-arquiva-inquerito-contra-bolsonaro-por-falas-sobre-preta-gil.html
        “Ao analisar o caso, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, registrou que a emissora não disponibilizou a íntegra da gravação da entrevista, mas somente sua versão editada. Por isso, não foi possível verificar se a declaração de Bolsonaro se relacionava à pergunta feita.”
        Rodrigo Janot disse: “Não há, de fato, elementos que comprovem se a resposta possui relação com a pergunta realizada por Preta Gil, ou se o investigado compreendeu a conotação racial (segundo sua versão), mas apenas a sexual do que fora demandado, segundo sua versão”.

        Bolsonaro ainda acrescentou ao G1: “Minha briga não é com homossexuais, é com kit gay. Entendi uma coisa. Foi uma coisa grave, eles deveriam ter confirmado [que o deputado havia entendido a pergunta]. Passou vários dias até entrar no ar. Quando isso aconteceu, fiquei chateado. Preta Gil para mim nunca fedeu nem cheirou, porque não sou muito ligado no mundo artístico”.

        Ele manteve sua posição mesmo após todos os acontecimentos: https://www.youtube.com/watch?v=7K1z7-i1Iu8

        Ele falou sobre o caso no quadro “Elas querem saber”, do Raul Gil, de 14:10 a 16:15: https://youtu.be/8qjDf_42LFc8

        Netse vídeo, após o ocorrido, podemos ver uma nova entrevista do CQC para Jair Bolsonaro. Nela, há a diferença entre a versão final do CQC e a entrevista, sem cortes, gravada secretamente por Jair Bolsonaro: https://www.youtube.com/watch?v=7K1z7-i1Iu8

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *